Continue...
Postado por <>< MAPG ><> on 2 de set de 2011

Hallelujah by Tenth Avenue North



Peace Friends


A partir de hoje vamos tentar postar toda sexta-feira a tradução e letra de bandas americanas.
Existem muitas bandas que compõe lindas canções de adoração ao nosso Deus e na atualidade, a maioria dos grupos e ministérios de louvor aqui do Brasil, fazem versões e gravam estas canções.
E para começar, uma das minhas bandas favoritas, os rapazes de West Palm Beach, Tenth Avenue North. Intitulada como banda de Musica Cristã Contemporânea Americana (CCM) e rock cristão, liderados por Mike Donehey (vocalista, violão) a banda tem ganhado ultimamente grande espaço no cenário americano.

Segue a canção escolhida de hoje





Aleluia 


No começo eu tenho medo, mas não por causa do medo
Mas o Santo dos Santos está chegando perto de mim
Sua voz de trovão faz tremer o chão onde estou.

Então escondo meu rosto à sombra das tuas asas, oh Senhor
Escondo meu pecado da beleza aqui diante do teu trono
Seu trono

Aleluia pelo sangue do Cordeiro que foi morto
Aleluia pelo sangue do Cordeiro que foi morto
E assim entramos para ver seu rosto, yeah
Entramos para ver o teu rosto, oh Deus

Bem, eu estou caindo de joelhos. Eu sinto a terra em baixo
Com o peso do meu pecado, e esta incredulidade esmagadora
Você pode realmente me amar com tudo o que eu fiz, oh Senhor

Você estende suas mãos
E fez um refúgio para os fracos e abençoado
O cansado, machucado, e quebrado
Tomou o nosso pecado. Dentro de suas feridas nos escondemos.
Dentro de suas feridas nos escondemos.



Now in english

Hallelujah


At first I am afraid but not because of fear
But the Holy of Holies is drawing me near
Your voice like thunder shakes the ground I'm on

So hide my face in the shadow of Your wings, oh Lord
Hide my sin from the beauty here before Your throne
Your throne

Hallelujah for the blood of the Lamb that was slain
Hallelujah for the blood of the Lamb that was slain
And so we enter in to see Your face, yeah
We enter in to see Your face, oh God

Well I'm falling to my knees. I feel the earth beneath
With the weight of my sin, and this crushing unbelief
Could You really love me with all that I've done, oh Lord

You spread Your hands
And made a refuge for the weak and blessed
The weary, bruised, and broken
Took our sin. Inside Your wounds we hide away
Inside Your wounds we hide

Então é isso, quem gostou comente

Hugs

Andrei.

Continue...
Postado por <>< MAPG ><> on 27 de ago de 2011


Meus amigos.... É comum que apenas "passemos os olhos"
pelas mensagens que recebemos, sem dar maior atenção às
mesmas. Mas, no caso desta, sugiro que leiam com muita
atenção, pois nas tribulações do dia a dia, acabamos por "abafar" a
voz divina que nunca nos abandona, muitas vezes por problemas
que nem tanta importância têm perante o infinito que é a
humanidade. Por favor, leiam este texto com carinho…
Deus ainda fala com as pessoas?
Um jovem espiritualista foi para o estudo da Bíblia na
residência de um casal amigo. Era noite de quinta-feira. O casal
dividiu o estudo entre ouvir a Deus e obedecer à palavra do
Senhor. O jovem não pode deixar de querer saber se "Deus
ainda fala com as pessoas."
Após o estudo, ele saiu para um café com os amigos que
estavam na reunião familiar e eles discutiram mais um pouco
sobre a mensagem da noite. De formas diversas eles falaram
como Deus tinha conduzido suas vidas de maneiras diferentes.
Eram aproximadamente 22 horas quando o jovem se despediu
dos amigos e começou a dirigir-se para casa. Sentado no seu
carro, ele começou a pedir: "Deus! Se ainda falas com as pessoas,
fale comigo. Eu irei ouvi-lo. Farei tudo para obedecê-lo".
Enquanto dirigia pela rua principal da cidade, teve um
pensamento muito estranho, como se uma voz falasse dentro de
sua cabeça: "Pare e compre um galão de leite". Ele balançou a
cabeça e falou alto:
"Deus, é o Senhor?". Não obteve resposta e continuou
dirigindo-se para casa. Porém, novamente, surgiu o pensamento:
"Compre um galão de leite".

O jovem pensou em Samuel e como ele não reconheceu a
voz de Deus, e como Samuel correu para Ele. "Muito bem,
Deus! No caso de ser o Senhor, eu comprarei o leite. Isso não
me parece ser um teste de obediência muito difícil. E posso
também usar o leite".
O jovem parou, comprou o leite e reiniciou o caminho de
casa. Quando passava pela sétima rua, novamente ele sentiu um
pedido "Vire naquela rua". Isso é loucura, pensou, e passou
direto pelo retorno. Novamente sentiu que deveria ter virado na
sétima rua. No retorno seguinte, ele virou e dirigiu-se pela
sétima rua. Meio brincalhão, ele falou alto: "Muito bem, Deus.
Eu farei". Passou por algumas quadras quando de repente sentiu
que devia parar. Brecou e olhou em volta. Era uma área mista de
comércio e residência. Não era a melhor área, mas também não
era a pior da vizinhança. Os estabelecimentos estavam fechados e
a maioria das casas estavam escuras, como se as pessoas já
tivessem ido dormir, exceto uma do outro lado que estava acesa.
Novamente, ele sentiu algo, "Vá e dê o leite para as pessoas que
estão naquela casa do outro lado da rua". O jovem olhou a casa.
Ele começou a abrir a porta, mas voltou a sentar-se.
"Senhor, isso é loucura. Como posso ir para uma casa
estranha no meio da noite?". Mais uma vez, ele sentiu que
deveria ir e dar o leite. Finalmente, ele abriu a porta, "Muito
Bem, Deus, se é o Senhor, eu irei e entregarei o leite àquelas
pessoas. Se o Senhor quer que eu pareça uma pessoa louca,
muito bem. Eu quero ser obediente. Acho que isso vai contar
para alguma coisa, contudo, se eles não responderem
imediatamente, eu vou embora daqui".
Atravessou a rua e tocou a campainha. Ele pôde ouvir um
barulho vindo de dentro, parecido com o choro de uma criança.
A voz de um homem soou alto: "Quem está aí? O que você
quer?". A porta abriu-se antes que o jovem pudesse fugir. Em pé,
estava um homem vestido de jeans e camiseta.

O homem tinha um olhar estranho e não parecia feliz em
ver um desconhecido em pé na sua soleira. "O que é?". O jovem
entregou-lhe o galão de leite. "Comprei isto para vocês". O
homem pegou o leite e correu para dentro falando alto. Depois,
uma mulher passou pelo corredor carregando o leite e foi para a
cozinha. O homem seguia-a segurando nos braços uma criança
que chorava.
Lágrimas corriam pela face do homem e, ele começou a
falar, meio soluçando "Nós oramos. Tínhamos muitas contas
para pagar este mês e o nosso dinheiro havia acabado. Não
tínhamos mais leite para o nosso bebê. Apenas orei e pedi a Deus
que me mostrasse uma maneira de conseguir leite". Sua esposa
gritou lá da cozinha: "Pedi a Deus para mandar um anjo com um
pouco... Você é um anjo?"
O jovem pegou a sua carteira e tirou todo dinheiro
que havia nela e colocou-o nas mãos do homem. Voltou-se, e foi
para o carro, enquanto as lágrimas corriam pela sua face. Ele
experimentou que Deus ainda responde aos pedidos justos e
verdadeiros.
Ore ao Senhor e experimente essa maravilhosa comunhão
com o criador.
Autora: Laís Lessa

Continue...
Postado por <>< MAPG ><> on 17 de jun de 2011


“Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim.” (João 14.6)
Quando encontramos o verdadeiro caminho que é Jesus, tudo se torna mais claro;
Podemos até perder o controle e passarmos por dificuldades, mas sabemos que Deus está ao nosso lado para nos Ajudar.

Continue...
Postado por <>< MAPG ><> on


Um menino pergunta o preço dos filhotes à venda.
- "Entre 30 e 50 dólares", respondeu o dono da loja.
O menino puxou uns trocados do bolso e disse:
- "Eu só tenho 2,37 dólares, mas eu posso ver os filhotes?"
O dono da loja sorriu e chamou "Lady", que veio correndo,
seguida de cinco bolinhas de pelo. Um dos cachorrinhos vinha
mais atrás, mancando de forma visível.
Imediatamente o menino apontou aquele cachorrinho e
perguntou:
- "O que é que há com ele?"
O dono da loja explicou que o veterinário tinha examinado e
descoberto que ele tinha um problema na junta do quadril,
sempre mancaria e andaria devagar.
O menino se animou e disse:
-"Esse é o cachorrinho que eu quero comprar!"
O dono da loja respondeu:
- "Não, ele, eu lhe dou de presente!"
O menino ficou transtornado e, olhando bem na cara do
dono da loja, com o seu dedo apontado, disse:
- "Eu não quero que você o de para mim. Aquele
cachorrinho vale tanto quanto qualquer um dos outros e eu vou

pagar tudo. Na verdade, eu lhe dou 2,37 dólares agora e 50
centavos por mês, até completar o preço total”.
O dono da loja contestou:
- "Você não pode querer realmente comprar este
cachorrinho. Ele nunca vai poder correr, pular e brincar com
você e com os outros cachorrinhos!"
Ai, o menino abaixou e puxou a perna esquerda da calça para
cima, mostrando a sua perna com um aparelho para andar.
Olhou bem para o dono da loja e respondeu:
- "Bom, eu também não corro muito bem e o cachorrinho
vai precisar de alguém que entenda isso."
Muitas vezes desprezamos as pessoas com as quais
convivemos diariamente, simplesmente por causa dos seus
"defeitos", quando na verdade, somos tão iguais ou pior do que
alguém que as compreendam e as amem não pelo que elas
podem fazer, mas pelo que são.
É difícil, mas não impossível.
Que Jesus, que nos amou e nos ama incondicionalmente,
derrame sobre nós hoje e sempre o verdadeiro sentido da palavra
Amor.
Autor desconhecido.

Continue...
Postado por <>< MAPG ><> on 10 de jun de 2011


Para Salvar Uma Vilvar Uma Vida
Sinopse: Em Para Salvar Uma VidaJake Talor tem tudo: amigos, fama, uma bolsa de estudos para jogar basquete e a garota mais bonita da escola. Roger Dawson não tem nada. Nem amigos ou esperança. Nada além de humilhações e rejeições. As coisas não poderiam piorar, poderiam? Talor e Roger eram melhores amigos quando crianças. Mas a política da adolescência logo os separou. Roger não mais se encaixa no grupo de Jake – ou em qualquer outro grupo – e já estava ficando cansado disso. Ele leva para a escola uma arma em sua mochila e uma dor no seu coração e toma uma decisão trágica. O último esforço de Jake não pode contêm Roger e a tragédia imprevista abala o mundo de Jake. Algo deixa Jake perdido por dentro e traz questionamento para todas as coisas na sua vida. Mais do que tudo, Jake não consegue tirar uma pergunta de sua cabeça, Será que eu poderia ter salvo Roger? Em busca de respostas, Jake se vê procurando pelo próximo Roger, e se depara com a realidade dos excluídos e solitários, mas logo percebe que cruzar essa linha social ameaçaria todo o seu mundinho. E isso poderia lhe custar seus amigos, sua namorada seus sonhos e até sua reputação. Será que valeria a pena pagar este preço para encontrar a resposta para o principal questionamento: O que eu quero da minha vida?

Continue...
Postado por <>< MAPG ><> on


Robôs adoradores

Há algo que Deus tem ministrado profundamente em meu coração nos últimos dias. É impressionante como o povo de Deus sabe tão pouco sobre Ele e têm tão pouca intimidade com Ele. O povo de Deus tem dificuldade para desassociar o conhecimento e a intimidade com Deus das atividades ou reuniões da igreja.

Deus falou isso ao meu coração. Alertou-me. Porque eu estava seguindo neste perigoso caminho robótico, mecânico e frio de permanecer apenas executando as atividades da igreja. Pensava eu que este trabalho todo traria intimidade com Deus. Pensava eu que trabalhando para Ele eu conseguiria ser um amigo mais íntimo.

E fui mais longe. Pensava eu que ficar ouvindo músicas evangélicas o dia todo traria intimidade automática. Achei que tocar e cantar músicas de conteúdo cristão por si só já faria com que eu mergulhasse nas profundezas de Deus. Rompi todos os limites quando pensei que somente indo aos cultos já era o suficiente para que um dia Deus me revelasse coisas inefáveis escondidas em Seu coração.

Com 26 anos de igreja percebi que nada do meu trabalho iria ajudar alguma coisa no meu relacionamento com Ele se eu não me dispusesse a conhecer o coração Dele. Ele é meu Pai, não meu patrão, ora bolas! Não quero ter um relacionamento com Deus de patrão – empregado, e sim de Pai - filho!

Deixe-me ser prático. Ás vezes quando eu chegava em casa de uma reunião na igreja eu pensava: “Ah, não preciso falar com Deus antes de dormir. Estava até agora trabalhando na obra Dele”. Quando vamos aprender que trabalhar para Deus não é o mesmo que amar e se relacionar com Deus??? Quando vamos aprender que Deus prefere que falemos com Ele, que o relacionamento vem antes do trabalho?

Então um dia desses resolvi fazer algo diferente. Ao invés de me deitar na cama e ligar a televisão do quarto, meditei na Palavra de Deus. Depois apaguei a luz e comecei a falar com o Espírito Santo. Foi uma experiência incrível sentir que a Presença Dele estava ali. Na verdade Ele sempre está conosco (Mateus 28:20), nós é que somos insensíveis demais para perceber, ou simplesmente para crer. Ou somos preguiçosos demais para buscar, ou materialistas demais para entender as coisas espirituais. Você pode ser incrédulo como Tomé ou teológico como Nicodemos. O fato é que precisamos detectar os muros que nos impedem de mergulhar na profundidade de Deus. Precisamos quebrar aquilo que nos leva a ser meros robôs evangélicos.

Deus é muito profundo, muito maravilhoso. Mas para descobrirmos a intimidade Dele precisamos buscar, buscar e buscar. Não somente através de rituais, cultos e reuniões. Mas com o coração ardendo em qualquer lugar. Desde aquele quartinho escuro de sua casa, o seu escritório, até a biblioteca de sua escola, são lugares que podem se tornar lugares de adoração (Jo 4.21).

Não seja um mero robô adorador, que está programado apenas para ir aos cultos ou trabalhar para a igreja. Você foi programado por Deus para ser um adorador espontâneo, solto e livre como um pássaro. E você precisa conhece-Lo não apenas de ouvir falar, mas de com Ele estar.

Acredite, conhecer a Deus e Sua intimidade é algo que vale a pena fazer... (Lc 10.41,42)


Um abração em Cristo Jesus
 

Ramon Tessmann
www vidanovamusic.com/ramon
 

Continue...
Postado por <>< MAPG ><> on 27 de mai de 2011